Seja confeccionada em latão ou metais de baixa fusão com banho de ouro, prata, rodhium, prata 925, 950 ou a dita prata de lei que é uma prata ligada com kilatágem 800 que é bem baixa (em meu blog estarei orientando melhor sobre a kilatágem dos metais na joalheria), toda jóia (veja que considero jóia todas essa que descrevi) sofre oxidação e perda de densidade, consequentemente diminue seu brilho ou sofre alteração de cor dependendo do tipo de jóia.

Existem alguns cuidados básicos para que seja aumentada a vida útil de seu precioso bem.

Procure não usar sua jóia enquanto:
  • estiver ao fogão fritando ou lidando com cozimento
  • sob o chuveiro ao banhar-se ou se lavar (sabões, sabonetes, shampoos, cremes cosméticos são altamente oxidantes)
  • tomar banho de piscina ou de mar
  • passar perfumes ou cremes cosméticos. Deve-se passar e esperar um pouco para colocar a jóia, a fim de aguardar evaporar o alcool contida na mesma.
  • estiver mexendo com produtos derivados de petróleo como ao lavar o carro ou trocar o óleo do mesmo.
  • Ao dirigir tirar anéis ou aliânça pois o atrito com o volante e alavanca de câmbio e extremamente agressiva à essas jóias.
Esses são apenas alguns dos cuidados para tornar sua jóia eterna. Logicamente que a poluição também é mas é quase impossível tomar todos os cuidados então se lembrarmos de apenas alguns cuidados, com certeza a beleza de sua jóia será estendida por muito mais tempo.